Blog
Como me vestir em uma entrevista na TV?



Saiba o que não é indicado usar em entrevista em vídeo

Ser convidado para uma entrevista como especialista médico é sempre um motivo de reconhecimento do trabalho realizado. Ao aceitar esse convite, é preciso revisar o tema, pensar em possíveis perguntas, bem como a forma de respondê-las adequadamente. Porém, uma boa entrevista de vídeo, além da preparação intelectual, é preciso planejar a vestimenta.

Pode parecer bobagem, mas a forma de falar, se expressar, se portar e sua vestimenta fazem a diferença para a aceitação da mensagem, que é passada durante uma conversa com o jornalista, pelo público que assiste.

Para acertar na roupa, é muito importante saber de alguns detalhes sobre a entrevista:

- Será no estúdio?
- Será no consultório?
- Será em ambiente interno ou externo?

A partir da definição do ambiente, sempre é bom perguntar à produção do jornal ou programa, se existe algum dress code específico, pois alguns preferem que o profissional use determinado tipo de vestimenta, ou proíbe alguma peça específica. Se não houver, vale a pena seguir essas dicas:

Posso usar jaleco?

Depende. Se a entrevista for no consultório, hospital ou em um programa que preconize o uso desse acessório é bom usar. O jaleco reforça a identidade médica, além de mostrar a marca da instituição que você representa, uma vez que muitos veículos não mencionam o nome de hospitais, clínicas ou instituições de saúde. Vale a pena reforçar que é primordial que seu jaleco esteja limpo, bem passado e ajustado adequadamente ao seu corpo, não use uma peça muito larga ou apertada.

Posso usar o estetoscópio?

Não. Guarde o estetoscópio apenas para a avaliação clínica. A utilização desse item em entrevistas pode soar arrogante, além de distrair o telespectador que vai prestar mais atenção no estetoscópio, que na mensagem a ser transmitida.

E se eu estiver em uma ação ou evento promovido pela instituição que represento?

Já ouviu a expressão “fulano veste a camisa do trabalho”? Esse ditado vale para esse tipo de situação: vista a camisa, e caso não tenha uma blusa do evento, cole o adesivo ou broche para falar sobre esse a ação (só tome cuidado para não colocar muitos itens como blusa, broche e adesivo, pois esteticamente não é interessante e pode desviar a atenção). Além de mostrar engajamento com a causa abraçada, reforça a mensagem que você trará ao público. Mas, atenção, evite os bonés, pois podem fazer sombra no seu rosto durante a entrevista. Também não use óculos escuros.

O que usar na entrevista de estúdio?

Vamos dividir por gênero o dresscode, mas com um lembrete muito importante: sua roupa não deve ser o centro das atenções em uma entrevista, e sim a mensagem que você veio transmitir. Todo exagero ou descuido podem fazer que esse objetivo não seja alcançado.

Homens

Antes de falar sobre roupas, é preciso se atentar para “barba, cabelo e bigode”. É essencial que você vá a uma entrevista com os fios alinhados. A barba, cavanhaque ou bigode, também devem estar bem feitos. Se a barba estiver rala, é melhor não manter para a entrevista, para evitar uma impressão de falta de cuidado com a aparência. Também é importante observar a oleosidade da face, se for preciso, antes de ser entrevistado, lave e higienize o rosto.

Já nas roupas, evite o branco (exceto se for usar o jaleco e uniforme), ou cores muito gritantes e listras. Aposte em tons sóbrios e em roupas formais. Use roupas que combinem com o ambiente corporativo, como blasers, camisas, e calças sociais. Observe se o blaser e a camisa estão ajustados, para não ficarem desalinhados ou muito justos.

Se a entrevista for em estúdio e sentado, observe se a barra da calça está bem feita, se o sapato está limpo e condizente com a vestimenta, e também tenha atenção com as meias, para que não estejam danificadas, e na altura ideal.

Caso você esteja no ambiente de trabalho, ou saia do expediente para a entrevista, verifique se a camisa e calça estão bem passadas. Por via das dúvidas, é sempre bom ter uma peça reserva.

Mulheres

Estar bonita já é uma preocupação cotidiana, imagine durante uma entrevista. Certa vez, uma assessorada agendou uma maquiagem profissional e cabeleireiro momentos antes de conceder uma entrevista. Isso é errado? Desde que não atrapalhe sua pontualidade, e que a produção não destoe do objetivo e chame a atenção para a sua sombra, batom, ou penteado, não é um problema. Independentemente de quem fará a sua produção, a maquiagem deve ser leve e seus cabelos devem estar alinhados.

Nas unhas, tome cuidado com esmaltes de cores muito chamativas, ou com desgaste. Se preferir não usar esmalte, mantenha as unhas limpas e bem aparadas.

Para as roupas, vale a mesma dica dos homens: verifique se as peças estarão bem passadas, limpas e adequadas. Leve sempre uma peça extra consigo, caso haja algum imprevisto, você tem a opção de trocá-la.

Evite o branco (exceto se for usar o jaleco e uniforme), cores muito gritantes, estampas chamativas e listras. Aposte em tons sóbrios e em roupas formais. Caso a entrevista seja em estúdio e sentada, tenha muito cuidado com o comprimento da saia ou vestido. Não use roupas muito justas, transparentes ou decotadas. Não há nada de errado usar tais peças em momentos de lazer, porém o foco da entrevista é sempre o conteúdo que você veio transmitir.

Prefira sapatos fechados a sandálias. Eles devem estar limpos e preferencialmente serem de tons neutros e discretos.

Em tempos de internet

A pandemia trouxe a possibilidade de se realizar entrevistas pela internet. Mesmo nesse ambiente é preciso observar as regras de vestimenta e imagem que já indicamos acima e, sobretudo, ter o ambiente ao seu redor que aparecerá na imagem arrumado.

Boa entrevista.



COMPARTILHE:


Veja também:

FALE CONOSCO
alinethomaz@vithal.com.br
+55 21 99846-1967
INSTAGRAM
Copyright © 2020 Direitos Reservados. Desenvolvido por Felipealves.com